PUBLICIDADE

Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020

Professores de Ouro Preto protestam e exigem pagamento do piso nacional do magistério

Servidores da educação exigem que a prefeitura cumpra a lei federal

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Demonstrando força e união na categoria, os professores da rede municipal, com apoio do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipal de Ouro Preto do Oeste (STPMOP), realizaram, na manhã desta sexta-feira (21), uma greveata pelas ruas da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste.

Durante o ato, os manifestantes reivindicaram Piso Salarial do Magistério vigente desde 2019 e que já deveria ter sido reajustado em janeiro deste ano; diferença salarial de 10% entre os professores do nível médio e superior; reajuste do vencimento para compensar as perdas da inflação e o reajuste dos servidores de carreira que não é feito há mais de dois anos.

Com um número expressivo de participantes, a carreata percorreu várias ruas da cidade e se encerrou em frente à Prefeitura, com uma manifestação em que, por meio de um carro de som, os manifestantes cobraram seus direitos que não vêm sendo cumprido pela atual administração, mesmo garantidos por lei.


“Não vamos no calar. Não iremos, em hipótese alguma, ficar parados vendo nossos direitos sendo descumpridos. Lutamos e conseguimos conquistar tais direitos após anos de lutas e queremos apenas o que a lei nos garante e que a atual administração vem se negando a cumprir. Esta manifestação de sexta-feira foi apenas uma demonstração de nossa união e força e do que somos capazes de fazer para garantir que nossos direitos sejam cumpridos”, destacou o presidente do STPMOP, Cláudio Rodrigues da Silva.

 

Fonte: Gazetacentral.com

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️