PUBLICIDADE

Quinta-Feira, 03 de Junho de 2021

Deputado Anderson assina requerimento solicitando do governo de Rondônia, abertura de edital para contratação de médicos brasileiros formados no exterior

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O deputado estadual Anderson Pereira (PROS), assinou na última quarta-feira (19), requerimento solicitando do Governo de Rondônia com cópia à Secretaria do Estado de Saúde – (SESAU), informações e providências quanto ao cumprimento da Lei 4.988, que autoriza a contratação temporária de excepcional interesse público de médicos brasileiros formados no exterior, mesmo sem o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas (Revalida), para buscar suprir a carência desses profissionais na rede pública de saúde do estado.

A vigência da lei está condicionada ao período da pandemia. Além do governo do estado e prefeituras, os hospitais credenciados pelo Sistema Único de Saúde – SUS estão autorizados a realizar a contratação temporária dos profissionais médicos que estejam a serviço do SUS.

O parlamentar defende a urgência na contratação desses profissionais que dedicaram anos de suas vidas para estudarem, se formarem e quando retornam ao país de origem, sofrem discriminação.

“Quem estuda fora do país é discriminado, somente por ser brasileiro, você conclui o curso muito sofrido, com muita dificuldade, pagando aluguel, quando chega aqui no Brasil, para atuar e sofrem toda essa discriminação por parte do governo brasileiro. Essa doença não escolhe classe social, ela está matando todo mundo, do pobre ao rico, e estamos perdendo tempo discutindo revalida com profissionais formados, por que o nosso país criou uma burocracia defendida pelo conselho de medicina para dificultar o registro”, pontuou.

Para o deputado, a gravidade do momento exige medidas excepcionais como forma de assegurar o acesso regular à assistência médica à população. Segundo ele, a legislação aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa prevê que a contratação dos profissionais na modalidade de médico auxiliar, que passarão por aperfeiçoamento profissional supervisionado por um médico chefe da equipe.

“Precisamos suprir a falta de médicos nas unidades de saúde, muitos estão totalmente esgotados devido à sobrecarga de trabalho, a contratação desses profissionais vai aliviar a tensão vivida nos hospitais, devido a pandemia do covid-19, que já ceifou a vida de mais de 4 mil rondonienses, e manter o sistema público de saúde em condições para atender o povo rondoniense”, finalizou Anderson Pereira.

Fonte: Assessoria Parlamentar

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️