PUBLICIDADE

Domingo, 11 de Abril de 2021

Desmanche? Dois ministros pedem pra sair no mesmo dia

Presidente Jair Bolsonaro sofre pressão dentro e fora do governo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, informou nesta segunda (29) em nota oficial que deixará o cargo.

O general do Exército estava no cargo desde o início do governo do presidente Jair Bolsonaro. No texto, não fica claro se Azevedo e Silva pediu demissão ou se foi demitido. “Saio na certeza da missão cumprida”, escreveu.

Duas fontes do Palácio do Planalto disseram à analista da CNN Renata Agostini que foi o próprio presidente quem pediu o cargo.

 

Leia o comunicado na íntegra:

Agradeço ao Presidente da República, a quem dediquei total lealdade ao longo desses mais de dois anos, a oportunidade de ter servido ao País, como Ministro de Estado da Defesa.

Nesse período, preservei as Forças Armadas como instituições de Estado.

O meu reconhecimento e gratidão aos Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, e suas respectivas forças, que nunca mediram esforços para atender às necessidades e emergências da população brasileira.

Saio na certeza da missão cumprida.

Fernando Azevedo e Silva

Fonte: CNN

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️