PUBLICIDADE

Sexta-Feira, 04 de Junho de 2021

Tapa na cara pode ter sido motivo do assassinato de homem na feira de Porto Velho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Um tapa na cara: esse teria sido o motivo do assassinato de  Garry Price de 37 anos. O homem de nacionalidade haitiana foi morto com um tiro na tarde deste sábado (20) em uma feira livre no bairro Nova Porto Velho. A Polícia Militar agiu rápido e prendeu próximo ao local do crime dois homens suspeitos de participação no crime, entre eles Adriano S. N. de 20 anos. Adriano, teria atirado em Garry com uma arma de fogo de fabricação rústica e caseira.

Preso na delegacia, Adriano disse aos policiais que matou Garry por foi agredido por ele com um tapa no rosto. A agressão teria ocorrida no dia 13 de fevereiro, na região da feira livre onde o próprio acusado disse que trabalhava como flanelinha. Após o tapa na cara, Adriano teria jurado Garry de morte e cumpriu a promessa na tarde deste sábado, quando frente de várias pessoas, atirou em Garry que morreu no local.

A partir de agora da Polícia Civil de Porto Velho investiga as versões contadas pelos dois suspeitos, bem como colhe mais informações com testemunhas oculares além de vestígios e provas na cena do assassinato.

Fonte: Noticiaro.com.br

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️