PUBLICIDADE

Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020

Fronteira com a Bolívia continua fechada para estrangeiros

A patrulha fluvial realizada pela Polícia Federal e Exército Brasileiro abordou uma embarcação cruzando o Rio Mamoré vindo da Bolívia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A Polícia Federal, em conjunto com as demais forças envolvidas nas ações de enfrentamento ao Covid 19, Exército Brasileiro, PRF, Força Nacional e Unesfron em Guajará-Mirim, RO, empreenderam ações no sentido de cumprir a determinação de restrição excepcional e temporária de entrada no País de estrangeiros e também, no combate à criminalidade em geral e crimes transfronteiriços, realizando diversas ações em diferentes pontos do município.

No início da noite do dia 26/03, a patrulha fluvial realizada pela Polícia Federal e Exército Brasileiro abordou uma embarcação cruzando o Rio Mamoré vindo da Bolívia, tripulada por dois indivíduos de nacionalidade boliviana, que em dado momento pularam da embarcação e um deles conseguiu fugir.

Durante a ação foi constatado que no barco haviam produtos de origem estrangeira que seriam importados ilegalmente para o território brasileiro por ponto não alfandegado. Foram apreendidas embalagens, medicamentos e outros produtos de origem estrangeira, além da embarcação. O estrangeiro detido foi deportado.

Na madrugada de hoje (27/03), outra embarcação de origem boliviana foi interceptada pela patrulha fluvial quando estava chegando às margens do lado brasileiro. Na oportunidade foram detidos 05 dos 07 bolivianos que tentavam atravessar e um casal conseguiu evadir-se. Os detidos, que portavam a quantia de R$29.000,00 e BS 4.000,00, além de certa quantidade de folhas de coca, foram conduzidos ao Porto Oficial do município e, em seguida, deportados com fundamento na legislação brasileira.

Ainda na madrugada desta sexta-feira (27.03), em barreira integrada pela PRF e EB na rodovia de acesso a Guajará Mirim, foi flagrado um veículo de carga transportando 15 metros cúbicos de madeira sem a documentação obrigatória, motivo pelo qual a madeira foi apreendia e os indivíduos conduzidos à Delegacia de Polícia Federal para adoção das medidas cabíveis.

Por fim, no início da manhã desta sexta-feira (27/03), autoridades bolivianas deportaram da Bolívia, um brasileiro que possuía 02 mandados de prisão expedidos pela Justiça Estadual de Rondônia, acusado dos crimes de tráfico de entorpecentes e receptação. Policiais da Força Tarefa receberam o nacional e o encaminham à Polícia Civil em Guajará Mirim, RO.   

                        

Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal/RO

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️