PUBLICIDADE

Quinta-Feira, 03 de Junho de 2021

Comércio da capital é fiscalizado na Operação Prevenção

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O Governo do Estado de Rondônia, por intermédio da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) segue fortemente com as ações de fiscalizações com intuito de frear a proliferação do coronavírus. Na noite desta quinta-feira (20), na Capital, as equipes coordenadas pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM) realizaram a 14ª “Operação Prevenção”, visando garantir o cumprimento do Decreto 26.038 de 23 de abril de 2021, com o foco no enfrentamento à covid-19.

Desde o início do ciclo de operações, em dezembro do ano passado, todas as ações são realizadas de forma estratégica e distribuída por equipes, que atuam no perímetro urbano de Porto Velho. Desta vez não foi diferente. A ação também conta com o reforço de órgãos fiscalizadores estadual e municipal. O público alvo da noite eram estabelecimentos comerciais, bares, boates e espaços públicos com aglomeração ou descumprimento ao atual decreto.

Durante cerca de seis horas de operação na noite de quinta-feira, foi notório o cumprimento por parte da grande maioria dos donos de estabelecimentos comerciais quanto às determinações do atual decreto. No entanto, ainda foi possível observar o mau comportamento de pessoas que insistem em andar na contramão das orientações estabelecidas pelo protocolo de saúde no combate à covid-19 e das deliberações descritas no decreto estadual.

Em alguns bares e boates da zona Leste e Central da Capital foram registradas movimentações expressivas de pessoas em ambientes fechados, sem fazer uso de máscara, desrespeitando o distanciamento social. Houve ainda situações em que o ambiente estava tomado pela fumaça de narguilés, uma espécie de cachimbo árabe, além de muitos vestígios de bebida alcoólica, extrapolando o horário permitido para a venda. Um desses registros foi feito , por meio de denúncia anônima, o que demonstra o interesse e compromisso por parte da sociedade em combater a covid-19, somando forças com as autoridades e órgãos fiscalizadores.

Esse triste cenário apresentado por uma pequena parcela de pessoas, ainda é motivo de grande preocupação para toda a sociedade. As consequências podem custar a vida de outros e até mesma de si próprio. É por esse motivo que as operações de fiscalização não têm cessado, pelo contrário, têm se intensificado cada vez mais, dispersando pessoas em situações que caracterizam aglomerações, interrompendo festas clandestinas e orientando os cidadãos quanto aos cuidados com a higienização e o cumprimento dos decretos já publicados até o momento.

Na avaliação do capitão do BM Claudevan Reis, que esteve à frente da operação, a ação foi positiva uma vez que muitos comerciantes têm correspondido com o que estipula o atual decreto. “Sabemos que ainda há um pequeno percentual de pessoas que ultrapassam o que é determinado, porém, comparado às operações passadas, esse número reduziu bastante. Muitos comércios que as equipes fiscalizaram, já se encontravam fechados e isso também está inserido dentro do cumprimento ao decreto. Uma noite produtiva e que mostra a conscientização das pessoas, em sua grande maioria”, pontuou.

BALANÇO

Dos 63 estabelecimentos comerciais visitados, durante a 14ª  noite da “Operação Prevenção”, apenas 1 (um) foi notificado. Com a ação da noite, o Governo de Rondônia chega a marca de 60 etapas de fiscalização contra o descumprimento de medidas restritivas, até o momento. Evidenciando, ainda, mais de oito mil intervenções já realizadas. Outras operações fazem parte deste ciclo, que iniciou em dezembro de 2020, como:  Operação “Fase 3”; “3ª Onda”; “Decreto”; “Consciência”; “Restrição”; “Alerta”; “Emergência” e “Urgência”.

Fonte: Texto: Jaqueline Malta Fotos: Ayrton da Silva Nascimento Júnior

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️