PUBLICIDADE

Domingo, 11 de Abril de 2021

Deputado Anderson repudia fechamento de agência do Banco do Brasil na zona Leste de Porto Velho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O deputado estadual Anderson Pereira (PROS) repudia de forma veemente a atitude tomada pelo Banco do Brasil com fechamento da agência, localizada na avenida Mamoré, no coração da zona Leste de Porto Velho, acarretando prejuízos para mais de 100 mil pessoas nos mais de 19 bairros que a zona Leste possui.

O banco anunciou um plano de demissão voluntária apenas para os funcionários das agências que tiveram excesso de pessoal, que ele chamou de Programa Adequação de Quadros (PAQ). Segundo o banco, o objetivo é adequar a capacidade de atendimento da rede às necessidades de cada praça.

Ao saber na zona leste de Porto Velho, que a única agência que atendia a comunidade seria fechada, o deputado Anderson Pereira reagiu indignado e comentou: “O fechamento desta agência vai ser um desastre para a população; vai dificultar o comércio local, o acesso às aposentadorias, e a economia de uma maneira geral. A atitude tem que ser repensada pela superintendência estadual, uma vez que o fechamento não só prejudica os clientes como também deixa muitos pais de família desempregados, o que na atual situação é até desumano de se fazer”, destacou.

“Ou seja, o atendimento ao público em geral, que já era precário, vai ficar ainda pior, o que comprova o completo desprezo que o banco tem com seus clientes e usuários, muitos deles clientes históricos, que possuem conta na agência no banco há quase 30 anos. É um desrespeito sem precedentes, pois essa medida, a exemplo das demais tomadas pelos bancos, foi decidida sem diálogo com os trabalhadores, os representantes sindicais e, muito menos, com as milhares de pessoas que têm contas ou utilizam os serviços da agência”, avalia o deputado estadual Anderson Pereira.

217 AGÊNCIAS FECHADAS DESDE O ANÚNCIO

O Banco do Brasil já fechou 217 das 402 agências bancárias previstas para encerrar as atividades até março deste ano. A redução da estrutura física de atendimento faz parte do plano de reestruturação anunciado pelo banco em novembro do ano passado. Um mês antes, a instituição havia comunicado o fechamento de 51 agências.

A reestruturação também prevê a transformação de 379 agências em postos de atendimento e a extinção de 31 superintendências regionais.

Fonte: Assessoria Parlamentar

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️