PUBLICIDADE

Quarta-Feira, 02 de Junho de 2021

Campanha de arrecadação de alimentos “Vacina Contra a Fome” segue em ponto de imunização contra a Covid-19

Doação de alimentos é destinada a famílias em vulnerabilidade alimentar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Roberto Silva chegou cedo para receber a segunda dose da vacina AstraZeneca. Na bagagem, a esperança de estar imune contra a Covid-19 e o desejo de fazer o bem aos mais vulneráveis neste período de pandemia.

Após garantir a imunização, o servidor público, de 57 anos, dedicou alguns minutos para fazer a doação de dois quilos de alimentos a famílias que passam por alguma vulnerabilidade alimentar.

“Além das sequelas e perdas de vidas, a Covid também trouxe outro mal, a fome. É preciso que a gente se atente para isso e ajude da melhor forma possível”, explica o servidor.

Pensando em encorajar e multiplicar ações como a do Roberto, a Prefeitura de Porto Velho lançou este mês a campanha solidária “Vacina Contra a Fome”. A ideia é sensibilizar as pessoas que forem aos pontos de vacinação na cidade a doarem 1 kg de alimento não perecível.

A proposta é transformar as doações em cestas básicas e distribuí-las a famílias que passam por algum grau de insegurança alimentar.

Ponto de coleta fica no Campus I da Faculdade UnironPonto de coleta fica no Campus I da Faculdade UnironEntre os alimentos que podem ser doados estão arroz, feijão, açúcar, macarrão, óleo de soja, café, fubá, leite, farinha de trigo, entre outros.

As cestas têm destino certo, famílias já cadastradas junto à Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf) que fazem parte dos grupos socialmente vulneráveis e que enfrentam algum grau de insegurança alimentar.

A organização, recolhimento, montagem e logística de entregas dos alimentos são feitas por voluntários. Hoje, a Prefeitura conta com um ponto de coleta no Campus I da Faculdade Uniron, localizado na Avenida Mamoré, bairro Cascalheira, onde ocorre a vacinação de pessoas com comorbidades.

 

Fonte:  Pedro Bentes Fotos: Leandro Morais

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️