PUBLICIDADE

Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020

Boates e casas de shows são fiscalizadas na capital Porto Velho

Categoria defende o direito de poder trabalhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Seguindo as orientações do decreto de calamidade pública e outras normas impostas nesse período de pandemia em Rondônia, novas ações de fiscalização foram realizadas no último sábado em Porto Velho. Fotos publicadas nas redes sociais mostram viaturas em frente à bares, casas de shows e boates da capital rondoniense, indicando um rigor na fiscalização por parte das autoridades.

Dados divulgados pelas autoridades de saúde, revelam redução no número de casos de coronavírus e de mortes provocadas pela Covid-19 em Rondônia. Tal redução animou o mercado, deslumbrando a possibilidade de reabertura das portas para bares, boates e locais com música ao vivo, além dos balneários. Muitos estão abrindo os pontos comerciais mesmo sabendo da infração diante dos decretos.

Ocorre que ninguém é de ferro. Ou seja, mesmo diante do risco de morte provocado pelo vírus ainda presente, a economia do setor de serviços é pressionada pelo desemprego, falta de clientes, contas a pagar e outros fatores que acabam falando mais alto nessa hora. Além dos comerciantes desse setor, há ainda uma cadeia de trabalhados como garçons, músicos, operadores de som, chefes de cozinha que dependem dessa economia. Estão implorando para poder trabalhar.

Fonte: Notíciaro.com.br

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️