PUBLICIDADE

Domingo, 29 de Novembro de 2020

Bancos deixam clientes no sol em Porto Velho

Até quem tem atendimento preferencial teve que esperar na rua

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A segunda-feira foi de muito sacrifício e paciência para os portovelhenses que enfrentaram longas filas em busca de atendimento em órgãos públicos e privados da capital. Muita gente ficou debaixo de sol forte na calçada na tentativa de entrar nos bancos.

Nas agências do Bradesco da Pinheiro Machado e Jatuarana, os clientes ficaram no sol do lado de fora para serem atendidos, inclusive os chamados preferênciais (idosos e pessoas com necessidades especiais) enfrentaram o sol forte.

“Esses bancos ganham milhões e somos tratados como bicho”, reclamou uma senhora. Nas agências da Caixa Econômica Federal as filas se repetiram do lado de fora dando volta na quadra.

É nítida a má vontade dos bancos, nesse momento de crise econômica e humanitária, deixando de colocar mais funcionários para atender a população.

Por sua vez, o governo federal anuncia pacotes econômicos e ajuda financeira à população, entretanto, não cobra dos banqueiros um cuidado maior no atendimento ao cliente e a comunidade em geral.

 

Ainda sob efeito dos decretos do governo estadual e da prefeitura, lojas de vários segmentos seguem de portas fechadas ou com atendimento parcial, observando os cuidados com a higiene e prevenção a transmissão do vírus covid-19.

Fonte: Redação

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️