PUBLICIDADE

Terça-Feira, 01 de Junho de 2021

Protesto marca dia do Índio em Rondônia

Manifestantes se reuniram em frente ao prédio da Justiça Federal em Porto Velho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Um protesto aconteceu na manhã desta segunda-feira (19) em Porto Velho pedindo Justiça por Ari Uru-Eu-Wau-Wau, indígena, professor e protetor da floresta, morto há um ano.

Durante o ato pacífico os manifestantes jogaram tinta vermelha em uma lona em frente ao Tribunal Regional Federal para representar o sangue de indígenas mortos.

Ari, de 34 anos, foi encontrado morto na Linha 625 de Tarilândia, distrito de Jaru (RO) na manhã de 18 de abril de 2020. A Polícia Civil de Jaru diz que abriu pelo menos quatro linhas de investigação. Parentes, amigos e ambientalistas querem a federalização do caso.

Ari trabalhava registrando e denunciando extrações ilegais de madeira dentro da aldeia, pois fazia parte do grupo de vigilância do povo indígena Uru-Eu-Wau-Wau. Ele foi morto durante a noite de 17 de abril e o corpo encontrado na manhã seguinte, com sinais de lesão contundente na região do pescoço que ocasionou uma hemorragia aguda.

Fonte: G1 RO

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️