PUBLICIDADE

Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020

A história narrada hoje – 3 de agosto

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

1981 – O ministro do Interior Mário David Andreazza envia ao presidente João Figueiredo relatório propondo uma Lei criando o Estado de Rondônia.
COMEMORA-SE: Dia do Capoeirista. Católicos lembram Santa Lídia e Santo Eusébio.

FATOS: 70 — É extinto o incêndio resultante da destruição do Segundo Templo em Jerusalém. 1492 — Cristóvão Colombo zarpa de Palos de la Frontera, na Espanha, viagem que ele descobriu a América. 1902 – Nasce o compositor Carlos Cachaça, autor de inúmeros grandes clássicos como “O Mundo é um moinho”. 1907 – Nasce Ernesto Geisel, presidente brasileiro (1975/79) que deu início à base do projeto de criação do Estado de Rondônia. 1914 – França, Bélgica e Grã-Bretanha declaram guerra à Alemanha, iniciando a Primeira Guerra Mundial. 1920 – O tenente Guilherme Paraense ganha, nas Olimpíadas da Antuérpia, a primeira medalha de ouro brasileira na história dos Jogos Olímpicos, na prova de tiro com revólver a 30 metros. 1949 — A Basketball Association of America e a National Basketball League finalizam a fusão, que criaria a National Basketball Association (NBA).

1958 — O primeiro submarino nuclear do mundo, o USS Nautilus, torna-se o primeiro navio a completar uma travessia submersa do Polo Norte geográfico.

1977 – A escritora cearrense Rachel de Queiroz é a primeira mulher eleita para a Academia Brasileira de Letras.

1977 — A Tandy Corporation anuncia o TRS-80, um dos primeiros computadores pessoais produzidos em massa. 1980 – Fim dos Jogos Olímpicos de Moscou, boicotados pelos EUA e outros países ocidentais, em protesto pela invasão soviética ao Afeganistão (o Brasil participou dos Jogos).

FOTO DO DIA: 1980, Rondônia recebe milhares de novos moradores atraídos pelas oportunidades do “eldorado”, ao final do período do Território, o que atraía muita gente para todas as localidades do futuro Estado, o que ocorria em todas as cidades, verificava uma “explosão” demográfica mal arrumada. Como uma espécie de “buraco” na selva densa, surge mais uma comunidade que aproveita para comemorar a data maior do país, com desfile de estudantes.

Fonte: Lúcio Albuquerque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️