PUBLICIDADE

Segunda-Feira, 01 de Marco de 2021

A história narrada hoje – 28 de dezembro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Por Lúcio Albuquerque- [email protected]

Rondônia 1960 – Depois de 60 dias de viagem, chega a Porto Velho a Caravana Ford, primeira comitiva de carros e caminhões comprados pelo governo do Território na fábrica da Ford, que vieram de São Paulo, pela rodovia BR-029, depois 364, recém-aberta e que seria inaugurada só em janeiro de 1961.

COMEMORA-SE: Aniversário do município de Rio Branco, capital do Acre. Dia da Marinha Mercante. Dia do Salva-vidas. Dia do Petroquímico e Dia Nacional de Cooperativismo de Crédito. Católicos lembram Dia dos Santos Inocentes, crianças mortas a mando de Herodes na tentativa de matar o menino Jesus.

FATOS: 1065 — A Abadia de Westminster é consagrada a São Pedro. 1557 — Mem de Sá, terceiro governador-geral do Brasil, chega a Salvador, Bahia.

1813 –Nasce Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá, o primeiro grande industrial brasileiro, o Barão de Mauá.

1895 — Os Irmãos Lumière inventam o cinematógrafo, que deu origem ao cinema atual. 1918 – More Olavo Bilac, melhor poeta parnasiano da língua brasileira, autor do Hino à Bandeira.

1990 – Primeira ligação de telefone celular feita no Brasil, ano em que foram feitas 700 ligações, todas no Rio de Janeiro. 1992 — Morreu o jornalista e escritor Otto Lara Resende. 1993 — O Vaticano reconhece oficialmente a existência do Estado de Israel.

1994 — O Ministério das Comunicações do Brasil, por meio de uma portaria, aprova a Norma de Execução do Serviço de Radioamador.

FOTO DO DIA: FOTO DO DIA: Há exatos 60 anos, chegava a Porto Velho, depois de dois meses desde São Paulo, a primeira comitiva de carros, a maioria comprados pelo governador Paulo Leal para a frota do Território, rodando pela BR-29, estrada que a partir do final da década de 1960 seria a porta de entrada para milhares de famílias que vieram ajudar na construção do Estado.

Na caravana vinha o jornalista Vladimir Herzog, que voltou de Cuiabá e morreu algum tempo depois no quartel do II Exército (SP). A caravana foi chefiada, no pior trecho, de Pimenta Bueno a Porto Velho, pelo mecânico “seu” Dudu. (Na foto, trator arrasta um caminhão da Caravana num dos muitos atoleiros, este aí em Muqui, perto de Ji-Paraná).

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️