PUBLICIDADE

Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020

A história narrada hoje – 1 de novembro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

COMEMORA-SE: Dia Mundial do Veganismo. Dia de Todos os Santos (Católicos, ortodoxos, anglicanos, luteranos). Católicos lembram São Cesário de Terracina.

FATOS: 1290. Os judeus são expulsos de Inglaterra. 1501 — Descobrimento da Baía de Todos-os-Santos, no litoral brasileiro. 1512 — O teto da Capela Sistina, no Vaticano, pintado por Michelangelo, é exibido ao público pela primeira vez.

1909 – Nasce Vicente Feola, que em 1958 seria o treinador da seleção brasileira campeã mundial de futebol. 1942 — Entra em vigor, para substituir a moeda “reis”, o padrão monetário do Cruzeiro no Brasil. 1950 — O Papa Pio XII afirma a infalibilidade papal quando define solenemente o dogma da Assunção de Maria.

1955 — Início da Guerra do Vietnã, que só acabaria em 1975. 1965 — Brasil: Instituídos os Atos Complementares 2 (estabeleceutribunais federais de 2ª instância) e 3 (regras para a suspensão de direitos políticos e garantias constitucionais).

1980 — Início do Sistema Brasileiro de Televisão, SBT. 1993. O Tratado de Maastricht, acordado em 1991, entrou em vigor, dando origem à União Europeia. 1995. Realizaram-se as primeira eleições multi-raciais na África do Sul, terminando assim com o sistema de Apartheid.

2007 — Paul Tibbets, piloto militar norte-americano, que atirou a bomba atômica no primeiro ataque nuclear, sobre Hiroshima, em 1945.

FOTO DO DIA: Vicente Ítalo Feola, adorador de massas, chegou a pesar 150 quilos, jogou em clubes paulistas, foi técnico do São Paulo e o primeiro paulista a treinar a seleção brasileira. Em 1958 convocou os jogadores para a copa da Suécia, incluindo um de pernas tortas, Garrincha, e um garoto de 17 anos que o mundo conheceria por Pelé, e que só foi a Copa porque Feola bateu o pé, felizmente, e o mundo conheceu Pelé. Na época o sistema dera o WM, ele implantou 4 – 2 – 4, variando para 4 – 3 – 3, e foi campeão mundial. Em 1962, por causa do diabetes, não foi. De Feola há muitas histórias: em 1958 o Brasil ganhava de 2×0 da Austria, e no intervalo ele recomendou que os jogaadore se esforçassem mais; tiveram de dizer a ele que já estava 3×0. N’outro jogo, Feola orientava o time para fazer isso e aquilo com o adversário, e Garrincha perguntou se o técnico já havia combinado com o adversário. Na foto, Feola com o time da final de 1958.

Fonte: Lúcio Albuquerque - [email protected]

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️