PUBLICIDADE

Terça-Feira, 24 de Novembro de 2020

Preços dos alimentos sobem menos que inflação em julho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Os preços dos alimentos consumidos em domicílio subiram 0,14% em julho, um ritmo menor que a inflação geral, que teve alta de 0,36% no mês passado. Os dados do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do governo, foram divulgados na sexta (7) pelo IBGE.

Segundo Comunicado Técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), as quedas dos preços de alguns itens consumidos em casa pelas famílias brasileiras, como tubérculos, raízes e legumes, por exemplo, caíram 15,6% em julho, em razão do aumento sazonal de oferta.

As maiores quedas de preços em julho foram: batata inglesa (-24,8), cenoura (-20,7), tomate (-16,8), cebola (-6,8), laranja-lima (-12,9) e feijão carioca ( -6,0).

Já a alta de outros produtos são reflexo da menor oferta, aliada à retomada da demanda com o início da flexibilização das medidas de isolamento social. No caso da carne bovina, a quantidade reduzida de animais para abate provocou valorizações sucessivas da arroba do boi gordo, explica a CNA.

O limão teve a maior alta no mês passado, de 22,6%, seguido por alface (7,8), leite longa vida (3,8%), carnes (3,7%) e arroz (2,2%).

Fonte: Assessoria CNA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️