PUBLICIDADE

Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020

Preço da carne ficou mais salgada para consumidor em fevereiro

A diferença entre os preços da arroba bovina e da carne foi ampliada para R$ 9,77 por arroba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Os preços médios das carnes no mercado brasileiro fecharam o mês de fevereiro em alta, segundo um levantamento realizado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). De acordo com o portal especializado da CarneTec Brasil, o preço da carcaça suína especial no atacado da Grande São Paulo subiu 8,15% no mês, fechando em R$ 8,36/kg.

“O Cepea disse em nota que os preços da carcaça comum suína e da maioria dos cortes registraram quedas no correr da última semana, enquanto a menor oferta de animais em peso ideal para abate seguiu sustentando os valores do suíno vivo na maioria das regiões”, informou o portal nesta segunda-feira.

Além disso, o preço de frango congelado teve alta de 3,35% em fevereiro, fechando o mês em R$ 4,94/kg, e o valor frango resfriado subiu 9,84%, para R$ 4,91/kg. Já o preço do frango vivo começou um movimento de recuperação em meados de fevereiro após ter recuado por três meses seguidos.

“As recentes valorizações do animal vivo estão atreladas justamente aos elevados preços do milho e do farelo de soja, que fizeram com que produtores reajustassem para cima os valores do animal para abate”, disse o Cepea em nota.

Em relação à carne bovina, a carcaça casada registrou média de R$ 13,77/kg (à vista) na parcial de fevereiro até o dia 27, 2,76% superior a janeiro e 24% acima do valor registrado em fevereiro do ano passado. “A diferença entre os preços da arroba bovina e da carne foi ampliada para R$ 9,77 por arroba, com vantagem para a carcaça casada negociada no atacado, segundo o Cepea”, conclui a CarneTec Brasil.

Fonte: Leonardo Gottems - Agrolink Fotos reprodução internet

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️