PUBLICIDADE

Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020

Cresce volume de exportações no primeiro semestre do ano

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O agronegócio brasileiro seguiu exportando elevado volume no primeiro semestre deste ano, com alta de 16,5% frente ao mesmo período de 2019. Segundo pesquisas do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, esse cenário atrelado ao câmbio desvalorizado resultaram em faturamento de US$ 52 bilhões, um recorde para o período e 11% acima do montante recebido no primeiro semestre de 2019. Em moeda nacional, o faturamento cresceu 32% na mesma comparação.

Pesquisadores do Cepea indicam que o bom desempenho do setor no semestre esteve atrelado aos aumentos nas vendas externas de algodão, açúcar, carnes (suína, bovina e de aves), dos produtos do complexo da soja (grão, óleo e farelo), etanol e celulose.

No caso do algodão, as vendas externas de pluma têm conseguido manter crescimento mesmo diante da pandemia do coronavírus, que tem prejudicado as operações da indústria têxtil. No primeiro semestre deste ano, o volume de pluma exportado aumentou 64% frente ao mesmo período de 2019, sendo este aumento o mais expressivo dentre os produtos do agronegócio enviados ao mercado internacional. Quanto ao setor sucroalcooleiro, no período, as vendas externas de açúcar cresceram 48% e as de etanol, 25%, resultado que ameniza as perdas do setor com as quedas das negociações de etanol no mercado brasileiro.

A China continua ampliando sua importância como principal parceira comercial do agronegócio brasileiro. No primeiro semestre, a participação do país asiático foi de quase 40% do faturamento total recebido pelo Brasil em dólares, seguida pelo grupo de países da Zona do Euro (14,5%) e dos Estados Unidos (5,9%).

Fonte: Revista Cultivar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️ por go7.site
⚙️